Omissão e cumplicidade
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Omissão e cumplicidade

Omissão e cumplicidade são viseiras que juízes usam para evitar enxergar vida real

José Nêumanne

28 Agosto 2017 | 18h50

Gilmar Mendes prefere ser o mais impopular, desde que seja notado Foto: José Cruz/Agência Brasil

O Podcast Comentaristas do Jornal Eldorado da segunda-feira 28 de agosto de 2017 começou a semana com minhas críticas no Direto ao Assunto ao silêncio cúmplice em torno da acusação de corrupção contra ex-presidente do STJ, ao corporativismo dos ministros do STF, que podem prevaricar à vontade na função, às tentativas de Janot de provar ao PT que não é ingrato; ao oportuno cancelamento da delação de Eduardo Cunha; e a mais uma proposta para salvar a Oi com nosso suor. Eliane Cantanhêde se disse preocupada com o recuo na prisão após condenação em segunda instância, que pode ser reposto em discussão; e curiosa quanto ao destino da tal da reforma política. Alexandre Garcia também opinou sobre a discussão sobre segunda instância, a reserva do Cobre e Eletrobrás, casos de “ não li e não gostei”, e os 100 PMs mortos no Rio e sepultados sob nossa indiferença. Gustavo Loyola abordou o Boletim Focus. E Marília Ruiz, em Perguntar Não Ofende, comentou a seleção brasileira na Copa da Rússia.

Para ouvir clique aqui