Olha a Lava Jato aí, gente!
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Olha a Lava Jato aí, gente!

PF e MPF voltaram a prender Joesley Batista, do grupo J&F de carnes, por terem concluído que ele mentiu e omitiu em depoimentos e com documentos propinas que teria pago a políticos e altos funcionários

José Nêumanne

09 Novembro 2018 | 16h52

Joesley foi preso de novo, porque a PF desconfia que ele mentiu para proteger antigos protetores Lula e Dilma. Foto: Willian Monteiro/Futura Press

Que Joesley Batista mentiu e ocultou fatos ninguém desconhecia. Afinal, ele não deixou de ser marchante de açougue de uma porta só em Anápolis (GO) apenas por haver demonstrado um extraordinário e reconhecido por seus pares senso criativo e empresarial no negócio de comprar boiadas e desossar reses a ponto de chegar à invejável posição de maior produtor de proteína animal do mundo. Sabe-se, de fato, é que ele foi extremamente beneficiado com crédito superfacilitado do banco público BNDES por obra e graça da imensa generosidade dos petistas Lula e Dilma. Também é de conhecimento público que ele confessou à PF, que agora, em conjunto com o MPF, deflagrou a Operação Capitu, que administrou milhões em contas conjuntas com os ex-presidentes, mas nunca apresentou provas. Este é o comentário com que abri minha participação no Estadão às 5, ancorado por Emanuel Bomfim, transmitido ao vivo do estúdio da TV Estadão no meio da redação do jornal e retransmitido por Youtube, Twitter e Facebook na sexta-feira, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique aqui