‘Obteu’, sim, senadora!

‘Obteu’, sim, senadora!

Graziottin diz que Temer não "obteu" votos para ser presidente. E ela errou duas vezes.

José Nêumanne

31 de agosto de 2016 | 09h16

Graziottin, gramática e historiadora

Graziottin, gramática, historiadora e jurista

Depois que Dilma massacrou a língua portuguesa em seu discurso de defesa perante os senadores na segunda-feira, na terça sua fiel e agressiva defensora Vanessa Graziotin a superou, ao garantir que o vice Temer não obteu nenhum voto na eleição presidencial de 2014, agressão dupla à gramática e à História, pois nas eleições de 2010 e 2014, vencidas pela chapa Dilma e Temer, este, de fato, obteve os mesmos votos que ela. Na mesma sessão, ao concluir seu magnífico libelo acusatório, a professora de Direito da USP Janaína Paschoal foi xingada pelo deputado José (que de Nobre nada tem) Guimarães de “golpista”. Mas ele depois foi “amansado” pelo senador tucano Aloysio Nunes Ferreira. Viche, vôte!

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – FM 92,9 – na terça-feira 30 de agosto de 2016, às 18 horas)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes sob o anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.