O vexame da falsa epidemiologista na CPI

O senador Otto Alencar, medico, impôs vexame à oncologista Nise Yamaguchi, que não conseguiu mostrar base científica na defedsa que faz da cloroquina, até por ser oncologista, nunca epidemiologista

José Nêumanne

02 de junho de 2021 | 20h15

Neste ano de pandemia, a oncologista Nise Yamaguchi posou o tempo inteiro de infectologista e esta não foi a única mentira a que recorreu no depoimento que deu à CPI do Senado. Foto: Gabriela Biló/Estadão

A chapa esquentou na CPI da Covid no Senado terça-feira quando o senador Otto Alencar inquiriu a médica Nise Yamaguchi sobre conceitos básicos de epidemiologia e ela não soube definir a diferença entre vírus e protozoário nem fixar em 1964 o ano do aparecimento do coronavírus, muito menos falar sobre as oito aparições desde então. O médico a repreendeu por não ouvi-lo enquanto consultava o advogado ao lado e passou-lhe uma descompostura sobre ética médica por propagar uma droga comprovadamente ineficaz influindo na sua aplicação em política pública. De fato. ela não é epidemiologista , mas oncologista. O presidente Jair Bolsonaro criticou duramente o relator e os senadores da CPI por causa do tratamento que lhe dispensaram, mas seu flanco, que já estava exposto, ficou indefensável depois do vexame.

Para ouvir o comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário na quarta-feira 2 de junho de 20

1 – Haisem – Qual foi, na sua opinião, a grande surpresa que provocou uma virada espetacular na expectativa no depoimento de ontem da oncologista Nise Yamaguchi na Comissão parlamentar de Inquérito da Covid no Senado Federal e por quê

2 – Carolina – Ação no Recife expõe risco de radicalização nas polícias – Este é o título de uma chamada no alto da primeira página da edição impressa do Estadão deste 2 de junho de 2021. O que aconteceu no sábado nas ruas da capital pernambucana que veio levantar essa lebre

3 – Haisem – Copa América no Brasil evita perda para a Comebol – Este é o título de mais uma chamada de primeira página do jornal de hoje. O que justificaria, ou não, a seu ver, essa inesperada generosidade do presidente Jair Bolsonaro beneficiando os cartolas do futebol profissional sulamericano

4 – Carolina – Pazuello ganha cargo no Palácio do Planalto – Este é o título de outra chamada na dobra de cima do jornal desta quarta-feira. Que cargo foi esse que o ex-ministro da Saúde passará a ocupar e o que ele fez para merecê-lo

5 – Haisem – PIB trimestral surpreende e previsão para ano chega a 5,5% – Esta é a manchete de primeira página do Estadão que está circulando. O que essa explica essa notícia alvissareira neste momento em que já se começa a temer a chegada da terceira onda da pandemia da covid 19

6 – Carolina – Organização Mundial da Saúde aprova o uso emergencial da coronavac – Este é o título de chamada também na primeira página do Estadão de hoje. Que perspectivas abre essa boa notícia na questão polêmica da imunização da covid 19 neste País

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.