O PT e a Vale
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O PT e a Vale

PT tem tanto poder sobre Vale privatizada que derrubou, primeiro, a diretoria de Roger Agnelli, que, depois, caiu por pressão de Lula antes de morrer na queda de um jatinho na Casa Verde, em São Paulo

José Nêumanne

31 de janeiro de 2019 | 20h29

A lama seca da barragem da Vale escorre pelo Paraopebas para contaminar a represa de Três Marias e de lá poluir o São Francisco, “rio da unidade nacional”. Foto:Wilton Jr./Estadão

Fala-se muito em George Soros como dono da Vale. Como toda empresa capitalista, esta tem muitos acionistas e investidores e o empresário citado é um deles. Mas o controle da companhia é exercido pelos dirigentes dos fundos de pensão Previ (BB), Funcef (CEF) e Petros (Petrobrás), nos quais os manda-chuvas são dirigentes da CUT e funcionários das estatais. Também têm poder de mando a joint venture que reúne o BNDES (banco público, portanto controlado pelo governo federal) e a BHP, australiana. Outro acionista forte é o Bradespar, do banco privado brasileiro Bradesco. Falei no vídeo de outra farsa: a de Lula bancando o irmão saudoso e forçando a barra para ir para o enterro do irmão Vavá. Toffoli deu a chance, mas ele não quis dar bandeira: como não tinha público, ele evitou comparecer. Se gostar deste vídeo, por favor, dê um like, compartilhe-o no Twitter e no Facebook, inscreva-se no meu canal e, se clicar no sininho, será informado sobre próximos vídeos que gravar. Direto ao Assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo do YouTube clique aqui