O pretexto do capitão para o autogolpe

Bolsonaro dá a entender aos seguidores que chama de "povo" que espera "sinalização' deles para tomar providência contra consequências nefastas da pandemia na economia, que ele desgoverna

José Nêumanne

15 de abril de 2021 | 17h11

Bolsonaro diz a seus fanáticos seguidores que espera seus sinais para tomar providências para debelar fome, miséria e desemprego que seu negacionismo produziu ao desprezar a pandemia. Foto: Adriano Machado/Reuters

Jair Bolsonaro disse esperar uma “sinalização” do povo” para “tomar providência” contra  consequências econômicas causadas pela pandemia da covid-19, tais como o aumento da fome e da miséria. Ao comentar a atuação do Supremo Tribunal Federal, o presidente disse que não quer brigar com ninguém, mas, segundo ele, “estamos na iminência de ter um problema sério no Brasil”. No editorial Ameaças e arreganhos, o Estadão relato que Bolsonaro “menosprezou a doença, trocou três vezes de ministro da Saúde, desestimulou medidas de distanciamento social, rejeitou o uso de máscara, incentivou aglomerações, fez campanha por remédios inócuos, sabotou a vacinação e hostilizou países dos quais dependemos para obter insumos para a imunização.” Agora ele morre de medo da possibilidade de sofrer impeachment.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário da quinta-feira 15 de abril de 2021

1 – Haisem – Orçamento força Bolsonaro a optar por Congresso ou Guedes – Esta é a manchete da primeira página da edição impressa do Estadão desta quinta-feira. O que leva o presidente da República a essa “escolha de Sofia” em relação a quem chama de “posto Ypiranga” em assuntos econômicos

2 – Carolina – Tribunal de Contas da União pode punir Pazzuello por gestão da crise – Este é o título de uma chamada no alto da primeira página do jornal de hoje. Quer dizer, então, que de nada adiantou o ex-ministro da Saúde ter declarado publicamente que ele só obedecia às ordens do chefe Jair Bolsonaro, pois agora vai responder por elas

3 – Haisem – Em que a composição da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid no Senado poderá justificar todo o esperneio do presidente da República depois de o Supremo Tribunal Federal haver confirmado a ordem dada pelo ministro Luís Roberto Barroso ao presidente da Casa, Rodrigo Pacheco

4 – Carolina – São Paulo cobra kits para intubação da Saúde; cidades vetam internação – Este é o título de chamada do alto da primeira página do Estadão de hoje. Que conseqüências poderão advir de mais essa evidência de péssima gestão do governo federal no combate à covid

5 – Haisem – Maioria do STF decide que plenário vai analisar anulação das condenações de Lula na Lava Jato – Este é o título de uma reportagem publicada no Blog do Fausto Macedo no Portal do Estadão.  Em que a decisão do Supremo ontem poderá alterar o destino da higienização da ficha suja de Lula pelo relator Edson Fachin

6 – Carolina – Jorge Antônio conta a real história das milícias – Este é o título do vídeo desta semana de sua série Dois dedos de prosa no blog do Nêumanne no Portal do Estadão com o jornalista carioca que cobre há 40 anos o crime na periferia do Rio de Janeiro. O que o levou a antecipar a publicação, normalmente no domingo, para o meio da semana

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.