O país da impunidade
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O país da impunidade

Cartolas do Flamengo e da CBF, responsabilizados nos termos da Lei Pelé, paguem por seu homicídio culposo, assim como também tem que acontecer com a diretoria da Vale, culpada pelos crimes em Minas Gerais

José Nêumanne

09 de fevereiro de 2019 | 17h24

Só resta aos entes queridos dos meninos assassinados por dirigentes nada diligentes no CT do Flamengo compartilhar a dor pela perda do futuro comum. Foto: Fábio Motta/Estadão

Os dirigentes do Flamengo e da CBF têm que responder criminalmente pelo incêndio do alojamento da base no CT. O Brasil não pode continuar sendo o país da impunidade, titulo de livro de Sebastião Barbosa. Por isso, dirigentes da Vale devem responder pelos crimes de Mariana e Brumadinho. E Dias Toffoli pela confissão de cumplicidade no furto de processo que beneficiou invasores de um prédio. Importante também é punir delatores da Lava Jato e outras operações que dão a entender que podem cobrar para não delatar suspeitos. Se gostar deste vídeo, por favor, dê um like, clique no sininho para ser avisado quando publicar os próximos e o  compartilhe em Twitter e Facebook. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui