O mico da semana
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O mico da semana

A aparência de vento em popa da candidatura de Bolsonaro, que aparece na frente nas pesquisas de voto definido, foi abalada pela dupla negativa do PRP de autorizar a chapa com general Augusto Heleno de vice

José Nêumanne

20 Julho 2018 | 06h59

Apesar das agruras para achar vice, Bolsonaro continua empolgando público, como ao chegar a Goiânia. Foto: Dida Sampaio/Estadão

O mico da semana foi a dupla tentativa do pré-candidato à Presidência da República pelo PSL Jair Bolsonaro, ao anunciar na terça-reira 17 de julho a aliança de seu partido com o PRP, com a candidatura do general Augusto Heleno para vice, e, no dia seguinte, quarta 18, isso ser negado pelo partido ao qual o ambicionado cargo foi oferecido, negativa que seria repetida na quinta-feira 19. Isso só serviu para demonstrar a incerteza do panorama como um todo, a fragilidade das candidaturas sem partidos com tempo na televisão e o mercado de pulgas instaurado com o aluguel das siglas sem programa de governo e sem consistência alguma em troca de segundos no horário que não é gratuito. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no ar no Portal do Estadão desde as 6 horas de sexta-feira 20 de julho de 2018.

Para ouvir clique aqui