O mentiroso e a beneficiária

Santana inventou mentiras para Dilma contar e agora delata com arrogância

José Nêumanne

22 de julho de 2016 | 19h11

 

João Santana, o marqueteiro da mentira, se propõe a delatar, mas, mesmo na condição de delator, que sua ex-chefe Dilma disse desprezar, ele age com arrogância, ao falar de milhões de usuários de Caixa 2 que, ao contrário dele, não foram nem parece que serão punidos. Só que não é capaz de delatar pelo menos os que conhece. Dilma também age com a maior arrogância quando diz no Twitter que não autorizou ninguém a usar Caixa 2. Modesto Carvalhosa, especialista em corrupção, me disse que ela é beneficiária do delito, portanto passível de ser processada por grave crime eleitoral. Como já o é, trata-se de mais uma evidência que se acrescenta ao processo.

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – FM 92,9 – na sexta-feira 22 de julho de 2016, às 18 horas)

Para ouvir clique no link abaixo e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.