O grotesco comício no mar

O grotesco comício no mar

Bolsonaro estrelou encenação grotesca e planejada de apoiadores passeando de barco, nadando no mar e aglomerando na praia, enquanto tragédia da pandemia assolava o país que ele ainda desgoverna

José Nêumanne

04 de janeiro de 2021 | 17h26

Do barco Bolsonaro atirou-se ao mar e nadou até Praia Grande para aglomerar com apoiadores de sunga e maiô berrando insultos a adversários, gritando “mito” e jorrando vírus. Foto: PR

No feriado de sexta-feira, 1.º de janeiro de 2021, Jair Bolsonaro passeou de barco acenando para o povo aglomerado na areia. Segundo uma internauta, Ester Nogueira, a aglomeração bolsonarista na Praia Gramde  foi flagrantemente encenada. Ela relatou que uma amiga, que estava na praia, viu “um número de homens” chegando à orla da praia e entrando no mar, “como à espera de algum acontecimento”. Minutos depois, o presidente apareceu e a aglomeração começou “a puxar um coro sinistro, com palavras de baixo calão, para incendiar a turba” e gritos de “mito”, que o incentivaram a pular do barco no mar e nadar até a praia, onde participou da aglomeração, sem máscara, seminu e trocando descuidadamente perdigotos com slogans e cânticos gritados pela massa. Espetáculo grotesco, importuno, inaceitável, imperdoável.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

Assuntos para comentário na segunda-feira 4 de janeiro de 2021:

1 – Qual foi o assunto que mais o espantou, assustou, revoltou e enojou nestes últimos 12 dias de folga de festas de fim de ano

2 – Em que direção é possível esperar avanços na investigação sobre os prováveis crimes de peculato, lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa que o Ministério Público do Rio de Janeiro acusa o senador Carlos Bolsonaro de ter cometido no gabinete da Assembleia Legislativa do mesmo Estado

3 – Qual foi, a seu ver, a prova mais evidente de incompetência em matéria de logística das muitas dadas pelo ministro da saúde do governo federal, Eduardo Pazuello, no assunto mais importante que cabe à pasta no momento, a imunização do povo brasileiro contra a covid 19

4 – Em que pé nós estamos agora no que se refere ao combate à covid 19 no Brasil e no mundo

5 – Qual foi o último e maior vexame cometido pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na tentativa de melar o jogo na contagem dos votos da eleição, na qual ele foi derrotado por Joe Biden

6  – Quais os prognósticos para o futuro da Operação Lava Jato feitos pelo primeiro procurador-geral da República sob a vigência da Constituição de 1988 no Brasil, Aristides Junqueira, na série Nêumanne Entrevista desta semana, publicada no Blog do Nêumanne desde ontem

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.