O Estado policial de Bolsonaro

Ao encerrar investigação sobre os atos antidemocráticos sem prever punição para ninguém, PF mostra que está mesmo aparelhada pelo presidente, conforme avisou Moro, quando saiu do Ministério da Justiça

José Nêumanne

28 de janeiro de 2021 | 19h27

Ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, entrega caneta a Bolsonaro durante sua cerimônia de posse. em 2019. e agora terão ainda mais motivos para sorrir, com a PF totalmente aparelhada Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

1 – PF encerra inquérito de atos antidemocráticos pregando intervenção militar com Bolsonaro sem resultado nenhum, deixando claro que Moro tinha razão quando, ao sair do MJSP, denunciou tentativa dele de controlar órgão e criar Estado policial. 2 – Moraes, do STF, manda bolsonarista que o desafiou, descumprindo determinações da Justiça, de volta para casa com tornozeleira, que o réu não usava. 3 – Bolsonaro cortou 68,9% da cota de importação de Butantan e Fiocruz, aumentando dependência brasileira de produtores chineses e indianos de vacinas e insumos. 4 – Inferno astral de Eduardo Pesadelo. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.