O Congresso é dos marajás
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O Congresso é dos marajás

Com um quarto dos deputados e o presidente da República servidores, lobby dos marajás do serviço público manda no Congresso, impede as reformas e escraviza os pobres brasileiros, incluídos barnabés

José Nêumanne

26 Julho 2018 | 12h17

Definição da Lei das Diretrizes Orçamentárias é momento supremo do poder maior dos marajás em votações do Congresso no plenário da Câmara. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Nada podemos fazer nós outros, que pagamos as contas dos furtos da Petrobrás, da merenda escolar e da máfia dos vampiros e o mico de não escaparmos de ver o maganão petista José Dirceu, torso nu ao sol, sem algemas nem tornozeleiras, numa praia baiana, mercê de ex-serviçal que ainda lhe serve na cúpula da Justiça (?). Dormimos indignados e acordamos omissos, definiu, sem felicidade nenhuma, o político Eduardo Jorge. E o que mais?

Este é o última parágrafo do artigo O baronato das castas que a Nação sustenta, publicado na página A2 (Opinião) do Estadão da quarta-feira 25 de julho de 2018)

Para ler o texto na íntegra clique aqui