O cinismo do PT
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O cinismo do PT

Senador petista não se arrepende de ter dado enorme prejuízo à Petrobrás e criado a maior crise econômica da História do País por causa da roubalheira, mas da lei da delação premiada que ajudou a prender os corruptos do PT

José Nêumanne

05 de julho de 2019 | 07h12

Bem que Léo Pinheiro devia aproveitar o arrependimento de Wagner para contar o que foi combinado por eles em reuniões como em torno desta mesa. Foto: Roberto Viana/Agecom/Bahia

Poucos petistas teriam o cinismo e a coragem do senador Jaques Wagner de declarar, como o fez, que se arrepende de ter ajudado a aprovar a lei que permitiu a delação premiada no Brasil, seguindo exemplos de países como Estados Unidos e Itália. A declaração exibe em toda a sua extensão a falta de decoro total do Partido dos Trabalhadores. Preste atenção: ele não se mortifica pelos crimes que o PT cometeu, mas, sim, por ter permitido que os agentes da lei os desmascarassem. E esse cidadão é senador da República! Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da sexta-feira 5 de julho de 2019.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player

Tendências: