As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O Chile não é o Brasil, não, tá ok?

Chile é o país mais próspero da América Latina, mas equivale a Ribeirão Preto e Campinas juntos, e o Brasil é muito maior e vive outros problemas, que não fazem prever manifestações violentas como as de lá aqui

José Nêumanne

27 de outubro de 2019 | 18h20

Milhares de chilenos se reúnem na praça O’Higgings em Santiago, no Chile, em “protesto-festival” contra o governo e a repressão policial Foto: Aberto Valdé/EFE

Preocupo-me com a disseminação de inquietações sobre eventual influência que os protestos que causaram até agora 18 mortes no Chile possam ter sobre o Brasil. O próprio Bolsonaro avosou ao ministro da Defesa para manter o aparato militar alerta para a possibilidade de ter de intervir em convulsões sociais, usando o artigo 142 da Constituição, dito da Lei e da Ordem. O Chile é muito menor do que o Brasil e não vejo perspectiva nenhuma de perturbação da ordem por desigualdade ou política econômica, como no Chile, mas por causa da irresponsabilidade da cúpula da Justiça se, associada com os grupos criminosos partidários que controlam o Congresso, vierem a soltar Lula, Zé Dirceu e outros bandidos. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Tendências: