O caseiro injustiçado
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O caseiro injustiçado

Francenildo, que contou o que viu na mansão de propinas e prostitutas da república de Ribeirão Preto, sob os auspícios do maganão petista Palocci, vai ter indenização reduzida julgada pela justiça 13 anos depois

José Nêumanne

04 de março de 2019 | 18h59

Francenildo, em 2009: contou a verdade, teve o sigilo bancário quebrado e, desde então, enfrenta problemas por ter sido honesto. Foto: Celso Júnior/Estadão

Francenildo Costa, caseiro da mansão onde a quadrilha de Palocci pegava prostitutas e propinas em Brasilia, espera indenização de R$ 400.000 pelos danos morais sofridos por ter contado a verdade há 13 anos e comprometido o então todo poderoso, e hoje presidiário, figurão do PT. Dos protagonistas da sórdida história de perseguição e injustiça Palocci está preso, mas milionário e ele solto, mas pobre e rejeitado. Uma história típica de uma sociedade que celebra a mentira e despreza a honra dos desfavorecidos. Se gostou deste vídeo,  dê um like, inscreva-se neste canal, clique no sininho para ser avisado quando publicar os próximos e o compartilhe em Twitter e Facebook. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.