O Brasil antes de todos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O Brasil antes de todos

Prova de que mundo está interessado em saber o que pensa novo Brasil que saiu das urnas em outubro é escolha de Bolsonaro para ser primeiro latino-americano a falar no Fórum Econômico de Davos

José Nêumanne

17 de janeiro de 2019 | 11h14

Ao contrário do que disse Fernando Henrique, mundo está interessado em saber o que Bolsonaro terá a dizer em Davos. Foto: Joédson Alves/EFE

Despacho de Jamil Chade de Genebra, na Suíça, dá conta de que o presidente Jair Bolsonaro será o primeiro latino-americano a discursar na sessão de abertura do Fórum Econômico de Davos, como resultado de negociações feitas pelo Itamaraty com os organizadores do conclave desde a divulgação dos resultados da eleição de outubro. A notícia põe por terra a observação contaminada pelo ressentimento do ex-presidente Fernando Henrique de que a imagem do Brasil no exterior está sendo prejudicada pela eleição de um chefe de governo direitista. Ao contrário, o mundo mostra com esta escolha um grande interesse sobre o que pensam os 57 milhões e mais de 700 mil eleitores que o escolheram. Touché!

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário da quinta-feira 17 de janeiro de 2019

 

1 – Bolsonaro ganha palco principal em Davos por causa do interesse do mundo pelo novo governo brasileiro, segundo Jamil Chade, do Estado

 

2 – Ao lado de Macri, Bolsonaro disse que o Brasil quer Mercosul “enxuto”

SONORA BOLSONARO-1601

 

3 – Ao lado de Bolsonaro, no Palácio do Planalto,  Macri chama atitudes recentes de Maduro de “escárnio com a democracia”

SONORA MACRI_1601

 

4 – Segundo Ricardo Galhardo, do Estadão, ida de Gleisi a Caracas para posse de Maduro desagradou a parlamentares do partido, mas obedeceu a Lula e aos movimentos sociais, principalmente o MST

 

5 – Assembléia do Espírito Santo anistia PMs grevistas

 

6 – Em entrevista ao Estado, ministro da Secretaria de Governo anuncia que Bolsonaro abolirá a figura do marqueteiro profissional na atual gestão

 

7 – Polícia Federal pede mais 90 dias para concluir inquérito sobre quem pagou a defesa do militante que esfaqueou Bolsonaro em Juiz de Fora

 

8 – Polícia apreende 700 quilos de explosivos em Fortaleza

 

Tendências: