O alvo acusado

O alvo acusado

Como sabe que assassino ficará impune, ministro inculpa vítima

José Nêumanne

12 de agosto de 2016 | 09h00

 

Alexandre de Moraes

Alexandre de Moraes

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, disse que a culpa pela recepção dada pelos bandidos aos PMs de Acre, Piauí e Roraima na Boca do Pai da Vila do João na Favela da Maré com um ferido grave de baixa na segurança da Olimpíada Rio-2016, foi da Força Nacional, à qual as vítimas pertencem. Ou seja, é dele, de vez é que ele o superior hierárquico da Secretaria Federal de Segurança Pública, à qual a FNSP é subordinada. Mas nem confessando a própria culpa, coisa rara na administração pública no Brasil, o ministro acerta. Afinal, o alvo não pode ser inculpado por uma bala disparada em sua direção. Mera lei da lógica e da gestão.

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – FM 92,9 – na quinta-feira 11 de agosto de 2016)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.