Ninguém fechará o STF, diz Fux

Às ameaças feitas por Bolsonaro em comício ilícito de campanha antecipada para eleição de 2022 de que descumprirá decisões judiciais o presidente do STF reagiu classificando-as de "crime de responsabilidade"

José Nêumanne

09 de setembro de 2021 | 20h38

Ao contrário do presidente da Câmara, que mandou recadinho tranquilizador para o chefe do Executivo, o do STF caracterizou as ameaças de Bolsonaro na Paulista como crime de responsabilidade. Foto? Felipe Sampaio/STF

Depois que o presidente Jair Bolsonaro liderou atos antidemocráticos e ameaçou “descumprir” decisões do Supremo Tribunal Federal, o presidente da Corte, Luiz Fux, disse que as atitudes do chefe do Executivo representam um “atentado à democracia”. O discurso duro foi marcado por mensagens diretas ao Palácio do Planalto de que os magistrados não vão mais tolerar movimentos golpistas e intransigência. Fux ainda frisou que as ameaças do chefe do Executivo no feriado de 7 de setembro, se levadas adiante, configuram “crime de responsabilidade”, o que pode levá-lo ao impeachment. “Ninguém fechará esta Corte”, avisou. . Para o jurista Joaquim Falcão, “o presidente da República conseguiu unir o Supremo”. E Luiz Fux passou a bola para Arthur Lira, que se fez de morto e sartô de banda, como se diz na Paraíba.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário da quinta-feira 9 de setembro de 2021

1 – Fux responde a ataque e alerta para crime de responsabilidade – Esta é a manchete da primeira página da edição impressa do Estadão de 9 de setembro de 2021. Você não acha que foi dura demais a reação do presidente do Supremo Tribunal Federal às falas de Jair Bolsonaro dia 7

2 – Em discurso, Lira ignora impeachment – Este é o título de chamada no alto da primeira página do jornal desta quinta-feira. O que teria motivado a resposta vaga e imprecisa do presidente da Câmara dos Deputados às provocações explícitas de Bolsonaro

3 – Estradas de 12 Estados têm atos de caminhoneiros – Este é o título de chamada de primeira página do Estadão de hoje. Que relação existe, a seu ver, entre esse movimento de fechamento de rodovias e o de apoio ao presidente da República em 7 de setembro

4 – Tensão eleva o dólar e derruba a Bolsa – Este é o título de outra chamada no alto da primeira página do jornal do dia. O que motivou, em sua opinião, essa reação no mercado de capitais à agitação promovida pelos bolsonaristas no Dia da Independência

5 – Centrais aderem a ato do MBL e do Vem Pra Rua – Este é o título de mais uma chamada de primeira página do Estadão que está circulando. Qual é a sinalização que você percebe nessa notícia diferenciando as manifestações de domingo que vem do chamado Grito dos Excluídos de anteontem

6 – José Roberto Mendonça de Barros, ex-secretário de Política Econômica: “Há casamento da creise econômica com a da política” – Este é outro título de uma chamada de primeira página do jornal. Como você interpreta essa leitura do economista da atual conjuntura

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.