Nada de sacrifício!

Nada de sacrifício!

Ibope constata que quase toda população brasileira rejeita qualquer proposta de fazer sacrifício pessoal para permitir que governo equilibre contas públicas e salve Brasil do abismo que parece próximo

José Nêumanne

20 de setembro de 2018 | 06h55

Qualquer um desses 13 que ganhar eleição vai cortar um dobrado para dar jeito nas contas públicas. Foto: Infográfico

Um dos dados mais relevantes revelados pela mais recente pesquisa Ibope sobre preferência do eleitorado por candidatos a presidente é o de que a acachapante maioria da população brasileira não aceita fazer qualquer sacrifício pessoal para não dificultar o esforço que precisa ser feito pela Nação para tirar o Brasil da crise. As respostas dadas pela quase unanimidade da população é de que resistirá a aumento de impostos, cortes nos gastos de setores públicos essenciais, como educação, saúde e segurança pública e nem mesmo o aumento dos anos de contribuição para evitar que o déficit da Previdência se torne impagável. A constatação dá ideia do impasse do próximo governo para conseguir o equiíbro das contas públicas. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas da quinta-feira 20 de setembro de 2018.

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no player

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.