Nada de marqueteiro!

Nada de marqueteiro!

Ministro da Secretaria de Governo, Santos Cruz, dá boa nova de que, após se eleger sem recorrer a marketing político milionário, Bolsonaro abolirá atuação nefasta de marqueteiros em seu governo

José Nêumanne

16 de janeiro de 2019 | 17h04

Santos Cruz avisa que governo Bolsonaro não contratará profissional de marketing para apregoar o próprio projeto de poder. Foto: Ernesto Rodrigues/Estadão

Em entrevista ao Estado, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Alberto Santos Cruz, anunciou que a gestão Bolsonaro não terá marqueteiro. “Sou a favor da informação de qualidade pelo bem público e não pelo projeto de poder”, disse ele. Depois de ter negado na prática o gasto milionário do marketing político em campanhas políticas, vencendo sem precisar de seus truques, o presidente poderá também entrar na História pela abolição do uso de técnicas de propaganda para ludibriar o povo com peças de ficção, como aconteceu nas últimas administrações federais. Esta será uma medida saneadora, principalmente se vier acompanhada de um compromisso real e inarredável com a verdade, não apenas no discurso, mas também e principalmente na prática. Se gostar deste vídeo, por favor, dê um like, o compartilhe em sua rede social, inscreva-se no meu canal e clique no sininho para ser avisado quando publicar os próximos. Você também poderá me acompanhar diariamente no meu site Estação Nêumanne (www.neumanne.com) e no Blog do Nêumanne, Política, Estadão (https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/); de segunda a sexta, às 6 horas, no Estadão Notícias e, às 7h30m, no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado FM 107.3 (eldorado@estadao.com.net); e esporadicamente no Estadão às 5 aqui mesmo no YouTube. Direto ao assunto. Inté. E Deus é mais!

Para ver o vídeo no YouTube clique aqui

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.