Nada a agradecer

Nada a agradecer

Leniência de Lewandowski despreza pobres sertanejos ao soltar prefeito condenado

José Nêumanne

29 de julho de 2016 | 09h41

No sertão, vítima da leniência do jiz

No sertão, vítima da leniência do jiz

Para soltar o prefeito de Marizópolis (PB), José Vieira da Silva, acusado em 2000 na Operação Andaime da PF e pelo MPF e condenado pelo MPF em 2012 por supostos desvios do Fundo de Desenvolvimento Escolar (FNDE) e do Fundo Nacional da Saúde (Funasa) e que respondia em liberdade até o STF decidir, por 7 a 4, que condenados em segunda instância (que é o caso) podem ser presos, Lewandowski, um dos votos vencidos, alegou “constrangimento ilegal”. As crianças e os doentes pobres do sertão nordestino, assolados pela seca e pela corrupção, nada têm que agradecer à solícita leniência de Sua Excelência. Vôte!

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – na sexta-feira 29 de julho de 2016, às 7h13m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.