Morreu de novo

Morreu de novo

Polícia investiga fraude dos donos do avião em que Eduardo Campos morreu no financiamento de suas campanhas

José Nêumanne

21 de junho de 2016 | 21h38

Campos: imagem destruída depois de morto

Campos: imagem destruída depois de morto

Na Operação Turbulência Polícia Federal, Ministério Público Federal e Justiça Federal investigam origem fraudulenta de recursos de esquema corrupto que cedeu o avião que caiu matando o presidenciável Eduardo Campos em Santosm no financiamento da campanha do então presidente do Partido Socialista Brasileiro em que disputou e ganhou o governo de Pernambuco em 2010. Depois de morto, o neto de Arraes, tido como ilibado, teve, assim, a imagem demolida e sua candidata a vice, Marina Silva, também deve explicações a respeito.

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – FM 92,9 – na terça-feira 21 de junho de 2016)

Clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

 

 

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.