Moro pôs todos no lugar
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moro pôs todos no lugar

Inquirido por senadores, muitos dos quais acusados, suspeitos e processados na Lava Jato, ex-juiz tratou todos com frieza de quem sabe quem ali goza de prestígio no governo e no povão

José Nêumanne

19 de junho de 2019 | 17h02

Presidente da CCJ, Simone Tebet, tratou ministro da Justiça com autoridade que seu cargo e prestígio popular de que desfruta merecem. Foto: Gabriela Biló/Estadão Conteúdo

Com calma e paciência, o ministro da Justiça reverteu expectativas da oposição e, particularmente, do PT de lhes dar uma oportunosa ensancha para reverterem a imagem pública e o   prestígio popular de Moro no governo, no mercado e na sociedade. Melhor definição da denúncia do site The Intercept Brasil foi dado pelo americano Mathew Stephenson, da Universidade de Harvard, que mudou sua análise no site The Global Anticorruption, que era O Incrível Escândalo do Encolhimento, sobre a Lava Jato, para O incrível Escândalo Que Encolheu, sobre a divulgação de mensagens trocadas entre o ex-juiz e o procurador Deltan Dallagnol, contendo, conforme a juíza Denise Frossard, que pôs bicheiros do Rio na cadeia, só trataram de “placebos” jurídicos. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo:

https://youtu.be/KGonEyXB-8U

Tendências: