Moro no Ministério
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moro no Ministério

Com sinal verde e carta branca para combater corrupção de político safado e crime organizado de traficante poderoso, Moro é melhor escolha de Bolsonaro para ocupar Ministério da Justiça

José Nêumanne

02 Novembro 2018 | 10h06

Como superministro da Justiça de Bolsonaro, Moro terá poderes para executar talento e experiência para combater crime. Foto: Mauro Pimentel/AFP

Já havia criticado Jair Bolsonaro, por ter convidado o juiz Sérgio Moro para ser ministro da Justiça, achando que o papel deste seria continuar comandando a Operação Lava Jato. Mas fui convencido do contrário quando o presidente eleito anunciou o empoderamento do Ministério, parecendo-me, então, que, dessa forma, não poderia ser recusado. O combate à corrupção e ao crime organizado tem no juiz federal paranaense um servidor atento, honesto, rígido e fiel e não vislumbro no horizonte nenhum brasileiro capaz de substituí-lo à altura na tarefa que lhe foi proposta, que lhe deu a oportunidade de mostrar que, para petistas, democracia só serve se PT vencer eleição e governar para furtar. (Comentário no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na sexta-feira 2 de outubro de 2018, às 7h30m)

Para ouvir clique aqui e, em seguida, no play

Assuntos para o comentário da sexta-feira 2 de novembro de 2018

 

1 – Por que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, viu-se obrigado a dar mais poder ao Ministério da Justiça antes de convidar Sérgio Moro para ocupar a pasta, que vem sendo desfigurada desde a saída de Márcio Tomaz Bastos no governo Lula e definhou completamente na gestão de Michel Temer?

SONORA_BOLSONARO 0211 A

 

2 – Você teve razões para mudar da opinião que manifestou ontem, quando nos disse aqui que Bolsonaro tinha feito como um zagueiro que mata a bola no peito e encobre o goleiro num gol contra ao convidar Sérgio Moro para o Ministério da Justiça e ele prontamente aceitar?

SONORA_MORO 0211

 

3 – No meio de opiniões contra e a favor da nomeação do juiz da Operação Lava Jato para o ministério da Justiça você gostaria de destacar alguma que lhe tenha chamado mais atenção?

 

4 – Você acha que a defesa de Lula e o próprio réu julgado e condenado pelo futuro ministro da Justiça de seu adversário na eleição, Jair Bolsonaro, têm razão ao manifestar a intenção de recorrerem mais uma vez contra o juiz nos tribunais superiores depois da revelação de sua escolha para o cargo?

 

5 – Afinal de contas, o que justifica esse vaivém em relação á fusão dos ministérios da Agricultura e do Meio Ambiente, pastas de alta relevância para cuidar do agronegócio, que tantas e tantas vezes você aqui mesmo chamou de “galinha dos ovos de ouro” da economia brasileira?

 

6 – O que você acha que o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, quis dizer em Nova York ao afirmar que chegou a hora de a política retomar o protagonismo do desenvolvimento do País depois de um período em que esse papel, segundo ele, ter sido exercido pelo poder que neste momento chefia?

 

7 – Em que ajuda a avançar a descoberta de executantes e mandantes da execução da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes a informação dada ontem pelo ministro extraordinário da Segurança Pública de que a Polícia Federal vai investigar a existência de um grupo criminoso articulado para atrapalhar e impedir essas investigações?

 

8 – Quem é e que revelação importante lhe fez o entrevistado de sua entrevista semanal no Blog do Nêumanne, que acaba de ser editada?