Moro não é capanga de Bolsonaro
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moro não é capanga de Bolsonaro

Deputado Glauber Braga chamou ministro da Justiça de empregado de milícia e capanga de Bolsonaro e foi chamado de desqualificado pelo ex-juiz, antes de sessão terminar em tumulto, outro vexame na Câmara

José Nêumanne

13 de fevereiro de 2020 | 13h35

Sempre que vai à Câmara Moro é insultado por Glauber Braga, que o acusa de ter defeitos do cada vez mais herói nacional. Foto: Cleia Vilana/Agência Câmara

Como sempre faz quando o ministro da Justiça, Sérgio Moro, vai à Câmara dos Deputados, Glauber Braga (PSOL-RJ), que já o chamou de “juiz ladrão”, agora o acusou de ser capanga de Bolsonaro e das milícias. O ex-juiz da Lava Jato que comparecia a uma audiência pública sobre cancelamento de jurisprudência do STF que autorizava juiz mandar condenados em segunda instância a começar a cumprir pena replicou chamando-o de “desqualificado”. O parlamentar brigão pode ter imaginado que só o fato de seu alvo ter reagido já pode ser considerado uma triunfo. O que ele não sabe, contudo, é que quanto mais sofre esse tipo de ataque injusto, que fere o decoro parlamentar, mas nunca é punido, mais a vítima de seus insultos tem aumentado o amor do povo por ele e por suas teses. O Atlas Político acaba de divulgar que 42,2% dos brasileiros são contra retirar a segurança publica de sua pasta. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique no link abaixo