As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moro insultado e amado

Glauber Braga, que antes chamou ministro da Justiça de "juiz ladrão", desta vez provocou confusão no fim de sessão da Câmara dizendo que ele é empregado de milícia e capanga de Bolsonaro, mas cidadania o ama cada vez mais

José Nêumanne

12 de fevereiro de 2020 | 22h24

Moro foi chamado de empregado de milícia e capanga de Bolsonaro por Glauber Braga, deputado que o chamou de “ladrão” em outra sessão da Câmara. Foto: Adriano Machado/Reuters

A Câmara dos Deputados deu mais um vexame público no encerramento de uma audiência pública sobre cumprimento de pena após segunda instância. O deputado Glauber Braga (PSOL-RJ) insultou Moro e quebrou o decoro. Na vez anterior chamou o ministro da Justiça de “juiz ladrão”. Ontem, de empregado de milícia e capanga de Bolsonaro. E o insultado é cada vez mais amado pelo povo.