Moro à vontade na política

Moro à vontade na política

Na CCJ do Senado, ministro da Justiça mostrou que ex-juiz anunciado para STF, que os faz perder o sono, também poderá cruzar com vantagem o caminho deles na disputa por cargos majoritários na República

José Nêumanne

20 de junho de 2019 | 11h33

Frio, sereno e assertivo, ministro da Justiça mostrou a senadores na CCJ, seus pretensos algozes, que verdade também decide debates na política. Foto: Gabriela Biló/Estadão

Senadores acusados, processados, achacadores e suspeitos acharam que poderiam usar sua velha manha política para acuar e desmoralizar  seu carrasco, o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, na CCJ, cujos trâmites conhecem bem demais. Qual não foi sua surpresa, contudo, quando, com calma olímpica e frieza, a vítima reincorporou sua posição original, não mais como julgador, mas como futuro competidor. Este é meu comentário no Estadão Notícias, no Portal do Estadão desde 6 horas de quarta-feira 19 de junho de 2019.

Para ouvir clique aqui  e, em seguida, no player

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.