Montezano confunde milhão com milho
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Montezano confunde milhão com milho

Bolsonaro demitiu protegido da própria família por achar absurdo que ele tivesse viajado pela FAB, mas não fez o mesmo com presidente do BNDES, que tratou milhão de trabalhador como se fosse de espiga

José Nêumanne

29 de janeiro de 2020 | 20h33

Bolsonaro encontrou Santini, sub de Onyx na Casa Civil, na Índia e demitiu protegido de seu clã ao saber que voou para lá nas asas da FAB. Foto: Alan dos Santos/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro percebeu o absurdo cometido pelo protegido de seu clã, Vicente Santini, número 2 da Casa Civil, que pegou um avião da FAB para viajar para Davos e Nova Délhi. E o demitiu por isso. Por que não aproveita para exonerar outro favorito da família presidencial, Gustavo Montezano, presidente do BNDES, que rasgou milhões contratando raposa para auditar galinheiro?

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.