Ministro é uma besta fardada

Vazamento de dados sigilosos de 243 milhões de cidadãos do País, com 210 milhões de habitantes, incluiu insultos sobre adversários do governo, cujos presidente e ministro mereciam muito mais

José Nêumanne

03 de dezembro de 2020 | 21h09

Do alto de sua sabedoria enciclopédica sobre infecções e imunização, Pazuello disse que a pandemia tem quatro ondas e as vacinas disponíveis para aplicação no Brasil são9 “pífias”, seja lá o que for. Foto Gustavo Mansur/Palácio Piratini

Em depoimento no Congresso o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, tentou justificar a própria incompetência óbvia e também a de seus antecessores – Luiz Henrique Mandetta e Nelson Teich -, e, sobretudo, o negacionismo idiota de seu chefe, a quem jurou obediência, Jair Bolsonaro. Estamos literalmente em maus lençóis. O general é uma besta fardada, o pior da história, o pior do mundo. O inscrito em meu canal no YouTube José Henrique Garcia escreveu que o presidente é um grande fracasso e consegue a proeza de ser pior do que Dilma Rousseff. Na quebra de sigilo na pasta de dados pessoais de 243 milhões de pessoas, relatados por Fabiana Cambricoli no Estadão, foram inseridas ofensas a adversários do governo, como Dilma Roussseff, Manuela d’Ávila, Luciano Huck e Xuxa Meneghel. Quem fez tem que ser punido, ora!

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos para comentário da quinta-feira 3 de dezembro de 2020:

1 – Covid avança e rede privada adia cirurgias seletivas – Esta é a manchete no alto da primeira página da edição impressa do Estadão de hoje. A seu ver, esta notícia expõe a responsabilidade de governantes como o presidente Jair Bolsonaro, o governador João Doria e o prefeito Bruno Covas pela manipulação política da saúde do povo brasileiro, paulista e paulistano, ou não

2 – Pazuello afirma que propostas de vacinas não agradam: ‘Nas negociações, números são pífios’ – Este é o título da notícia sobre as explicações que o Congresso exigiu, e o ministro da Saúde não deu ao Legislativo sobre a iminente perda de validade dos testes de covid em armazém em Cumbica. Você diria que elas foram satisfatórias, ou não

3 – Reino Unido sai à frente na vacinação em massa – Este é o título de chamada de primeira página da edição impressa do jornal. Esta informação é, ou não, um alívio para quem sofre agora o impacto da notícia da recidiva no Brasil, seja ela segunda onda, quarta onda ou mero repique

4 – Lira liderou “rachadinha” em Alagoas, diz Ministério Público – Este é o título de outra chamada em primeira página. O que a notícia revela sobre o líder do Centrão e aliado escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para presidir a Câmara dos Deputados a partir de março de 2021

5 – Decisão do Tribunal de Contas da União valida “orçamento paralelo” em 2021. Este é o título de uma chamada de primeira página na edição impressa do Estadão. O que você tem a dizer sobre isso

6 – Ministério da Educação recua de portaria que obrigava volta de aulas presenciais em 2021 – Este é o título de notícia dada com destaque na capa do Portal do Estadão agora. Qual é sua opinião a respeito do assunto

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.