Militares condenados por duas execuções

Tenente e sete comandados do Exército que acertaram 80 balaços no carro do músico Evaldo e executaram o catador de latas Luciano foram condenados à prisão 18 meses após a chacina

José Nêumanne

15 de outubro de 2021 | 09h45

Corpo do músico Evaldo Rosa, morto por patrulheiros do Exército, ao lado do catador de latas Luciano Macedo, foi sepultado no cemitério de Ricardo de Albuquerque, na zona norte do Rio Foto: /Sergio Moraes/Reuters

Uma juíza civil e quatro oficiais da ativa condenaram oito militares do Exército à prisão pelos homicídios do músico Evaldo Rosa dos Santos e do catador de latinhas Luciano Macedo, além de uma tentativa de homicídio, ocorridos em 2019. O tenente Ítalo da Silva Nunes, que comandou a ação criminosa, recebeu a maior pena: 31 anos e seis meses. Outros sete militares foram sentenciados a 28 anos. O julgamento demorou dois anos e meio para ser consumado, mas a punição veio. Claro que ainda poderá haver recursos e a teoria absurda da legítima defesa sustentada pela defesa será debatida. O julgamento do capitão-terrorista Jair Bolsonaro no Superior Tribunal Militar, descrito no livro O Cadete e o Capitão, de Luiz Maklouf de Carvalho, é uma amostra de como absurdos são absolvidos no Superior Tribunal Militar.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

 

Assuntos para comentário na sexta-feira 15 de outubro de 2021

1 – Haisem – 8 militares vão à prisão por matar catador e músico – Este é o título de uma chamada de primeira página na edição impressa do Estadão de 15 de outubro de 2021. Quais os principais motivos que você tem para chamar a atenção de nosso público especificamente para este assunto do dia

2 – Carolina – Eduardo Pazuello – O mistério do trabalho do general – Este é outro título de chamada no jornal desta sexta-feira. O que mais chamou sua atenção na descrição da rotina do ex-ministro da Saúde, mantido nas proximidades do centro das decisões da República

3 – Haisen – Governo quer 20 bilhões para construir usinas a carvão; BNDES resiste – Esta é a manchete de primeira página do Estadão do dia. Quais são as razões apresentadas para os gastos bilionários pela autoridade e por que o banco estatal não atendeu

4 – Carolina – INSS precisa de 11 bilhões de reais para zerar fila por benefícios – Este é o título de chamada no alto da primeira página no jornal do dia. Que motivos há para que haja necessidade de financiamento suplementar da previdência, mesmo depois da reforma

5 – Haisem – Professor se orgulha e quer ser valorizado – Este é o título de texto-legenda na primeira página do Estadão que está circulando. De que consta esse registro na ocasião em que as aulas presenciais voltam 18 meses depois de iniciada a pandemia da covid 19 que forçou a necessidade do ensino remoto

6 – Carolina – A longa marcha da CPI – Este é o título do artigo do jornalista Fernando Gabeira na página A2, de Opinião, e com chamada na primeira página do jornal. Para que aspectos este texto chama sua atenção

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.