As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Milícias digitais atacaram TSE, diz Barroso

Presidente do TSE garantiu que ataques de hackers a serviço de inimigos da democracia foram detidos antes de produzirem consequência e não provocaram atraso na divulgação dos resultados

José Nêumanne

17 de novembro de 2020 | 21h56

Barroso chamou de milícias digitais os grupos de hackers que atacaram os sistemas de computadção da apuração das eleições municipais de domingo e a denúncia merece inquérito célere e duro. Foto: Dida Sampaio/Estadão

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Luís Roberto Barroso, disse ver ‘motivação política’ nos ataques sofridos pelo sistema da Justiça Eleitoral no domingo 15 de novembro, dia da votação, e apontou a ação de ‘milícias digitais’. Segundo ele, houve uma atuação articulada para tentar desacreditar as instituições do País. Mas Barroso garantiu que os ataques foram neutralizados e não tiveram relação alguma com o atraso de cerca de três horas na divulgação dos resultados na noite de domingo. “Milícias digitais entraram imediatamente em ação tentando desacreditar o sistema. Há suspeita de articulação de grupos extremistas que se empenham em desacreditar as instituições, clamam pela volta da ditadura e muitos deles são investigados pelo STF”, afirmou  Faz todo sentido.

Para ouvir comentário clique aqui e, em seguida, no play

 

Assuntos do comentário desta terça-feira 17 de novembro de 2020:

1 – Haisem – TSE foi atacado por ‘milícias digitais’, afirma Barroso – Esta é a manchete da edição impressa do Estadão nesta terça-feira. Isso é suficiente para afirmar como o têm feito o presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores que as eleições municipais têm seus resultados postos em dúvidas pela fraude

2 – Carolina – Quando foi deflagrada a Operação Si$tema S pela Operação Lava Jato no Rio, você manifestou muitas esperanças a respeito de uma ação judicial e policial que, enfim, devassasse os tribunais do topo. Você continua com essa esperança

3 – Haisem – Quem é o advogado carioca que neste momento mais se identifica com o papel que foi desempenhado na época dos governos de Lula com as operações de salvamento dos aliados do Partido dos Trabalhadores encrencados com as investigações

4 – Carolina – A força da velha política de hábito – Este é o título de seu artigo publicado no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão – De que aspecto específico das eleições municipais seu texto trata

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: