Mentiras sobre a Amazônia
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mentiras sobre a Amazônia

Há pelo menos 38 anos, quando a sobrevoei, não se viam árvores, mas fumaça de queimadas, isso possibilita usar fotos e vídeos mentirosos sobre os incêndios de hoje como a falta de dinheiro impede Bolsonaro de policiar floresta como devia

José Nêumanne

23 de agosto de 2019 | 17h59

A fumaça espessa da floresta queimando é antiga, de pelo menos, 38 anos, e ajuda a criar a névoa que dificulta enxergar árvores e verdades. Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

O presidente da França, Macron, postou um Twitter anunciando que vai à reunião do G7 em Biarritz exigir que a Comunidade Europeia puna o Brasil por estar deixando a Amazônia arder. Para ilustrar, usou imagens do fotógrafo Loren McIntyre, que morreu em 2003, portanto há 16 anos. Como responde por essa farsa idiota? Bolsonaro reagiu dizendo que viu um vídeo de militantes de Ongs pondo fogo na mata. O vídeo ninguém sabe, ninguém viu. Em vez disso, ele deveria ter mandado a Polícia Federal investigar, flagrar o crime e prender os autores. Não o fez porque o Estado brasileiro ainda não dispõe de pessoal nem de recursos para punir eventuais crimes do gênero. Por isso, a Amazônia queima desde sempre sob a levianidade de presidentes que não têm coragem para proibir o desmate. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará. 

 

Tendências: