Mendigando milhões
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mendigando milhões

Tido como direito, preparado e eficiente por PT e mercado, Bendine cobrava propinas à Odebrecht

José Nêumanne

08 de março de 2018 | 12h57

De “golden boy” de Dilma e do mercado, que quis mantê-lo frente à Petrobrás, Bendine virou condenado da Lava Jato. Foto: MPF

Meu Direto ao Assunto abriu o Podcast Comentaristas do Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na manhã de quinta-feira 8 de março de 2018, comentando as seguintes notícias: Moro condenou Aldemir Bendine a 11 anos de cadeia por corrupção e lavagem de dinheiro; o futuro de 52% dos jovens do País está em risco, segundo estudo do Banco Mundial; o TRF-4 negou recurso de Lula contra prova da Suíça; a suíte de visita íntima com TV e cama de casal, um bordel no presídio José Frederico Marques, em Benfica, no Rio; Blairo Maggi defendeu a BRF e disse que até tem dó da empresa: a União não quitou dívidas com municípios de um ano para outro e tem 37 bilhões de restos a lhes pagar; Rodrigo Maia vai apresentar candidatura e nova política; e a representação feminina ainda é baixa na política brasileira, pois, em 192 países, Brasil fica em 152.º lugar e ,de 513 deputados em nossa Câmara, só 54 são mulheres. Alexandre Garcia analisou Bendine condenado; os 10 x 1 no Supremo contra a enrolação no ficha suja; e Blairo Maggi pondo fiscais de frigoríficos em linha direta com Ministério. Eliane Cantanhêde começou pelo Dia da Mulher, citando inclusive a iniciativa do Portal do Estado, em que colunistas e blogueiras cederem seu espaço para alguma mulher contar sua história de abuso; e abordou o lançamento do Rodrigo Maia, reproduzindo vários e rápidos trechos da entrevista feita por ela no dia anterior e também falou do DEM do trio Maia, Temer, Meirelles, questionando se essas peças se encaixam (Maia disse que, como no Rio, as eleições estão uma grande confusão também nos estados e que isso vale para São Paulo); opinou sobre o Mutirão contra a Violência, com Temer reunindo prefeitos de capitais no Planalto, prometendo-lhes mundos e fundos e toda semana haverá uma reunião assim; e acredita que, no empurra-empurra entre o ministro Barroso e Temer, quem perde politicamente é o presidente, mas fica uma pergunta que não quer calar: será que o ministro está fazendo tudo certinho? Em Direto Da Fonte, Sonia Racy falou de entrevista com Maria da Penha.

Para ouvir clique aqui

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.