Marcelo Brigadeiro não perdoa Bolsonaro

Marcelo Brigadeiro não perdoa Bolsonaro

Youtuber que apoiou presidente em 2018 avisou que não votará no segundo turno de 2022 se ele e Lula, do PT, passarem para a decisão final, e preferirá ir à praia ou ver filmes em casa na TV

José Nêumanne

14 de março de 2021 | 20h20

1 – Na série Nêumanne Entrevista, o ex-lutador, treinador e dirigente de MMA avisou que, em 2022, no segundo turno da eleição presidencial, se for confirmada a previsão de que a polarização entre Lula e o presidente da República, ele não votará, irá para a praia ou ficará em casa vendo filmes na TV. 2 – Youtuber muito conhecido desde que participou ativamente da campanha do então candidato do PSL em 2018, ele deixou de sê-lo quando o vencedor indicou Onyx Lorenzoni para a chefia da Casa Civil e passou para a oposição declarada com a posição dele sobre a pandemia de covid 19. 3 – Antipetista como antes de ter votado, ele também não poupa de críticas a higienização da ficha-suja de Lula por Fachin, do STF, que condenou com idêntica dureza. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade salvará nossas vidas.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.