Machado toca o trombone
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Machado toca o trombone

Delação de Machado destrói fantasias de delação seletiva e revela uso da Justiça Eleitoral como lavanderia de dinheiro sujo

José Nêumanne

16 de junho de 2016 | 10h39

O burocrata e sua chefa

Machado, o “petroleiro” e sua chefa Rousseff

A decisão do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado de por a boca no trombone resultou numa história detalhada da corrupção do Brasil desde a pré-história, que desembocou no saque premeditado e sistemático dos recursos postos à disposição do Estado pelo PT e seus aliados. Graças a ela estão sendo desmascarados truques retóricos como “delação seletiva”, pois o fogo não se concentra nos partidos do governo, mas também espalha fagulhas pela oposição. Mais salutar ainda é o serviço prestado à verdade desmontando o mito das doações legais e a narrando verdade da Justiça Eleitoral utilizada como lavanderia de dinheiro sujo.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – na quinta-feira 16 de junho de 2016, às 7h10m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, duas vezes no play sob o anúncio em azul

 

Tendências: