Lula tira zero em civismo
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Lula tira zero em civismo

Ao recorrer contra Moro em julgamento de seu cliente, defesa do petista age como se não soubesse que juiz deixará processo para assumir Ministério da Justiça de Bolsonaro, presidente eleito, não adversário

José Nêumanne

05 Novembro 2018 | 18h27

 

Lula no sindicato em São Bernardo do Campo em 7 de abril de 2018, dia em que foi preso. Foto: André Penner/AP

Ao recorrer mais uma vez para retirar Moro do processo em andamento contra Lula, defesa dele finge não saber que ele não se manterá no comando da 13.ª Vara Federal de Curitiba para ocupar o Ministério da Justiça do presidente eleito, Jair Bolsonaro. E trata presidente eleito pela maioria do eleitorado em 2018 como seu inimigo e não como chefe do Executivo já escolhido legal e legitimamente numa prova descarada de cínica falta de civismo. Se gostar deste vídeo, por favor, dê um like, inscreva-se em meu canal e clique no sininh o para ser informado sempre que eu gravar e publicar os próximos. Se tiver interesse em acompanhar minha trajetória profissional, poderá visitar o Blog do Nêumanne no Estadão (https://politica.estadao.com.br/blogs/neumanne/), meu site Estação Nêumanne (www.neumanne.com) e de segunda a sexta, das 7h30m a 8h me ouvir no Jornal Eldorado da Rádio Eldorado SP (https://eldorado.estadao.com.br/). Direto ao assunto. Inté.

Para ver o vídeo no Youtube clique aqui