As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Lula solto… para sempre

Com supostas mensagens roubadas por hackers, Greenwald deu a Aras, Gilmar e Toffoli pretexto para incriminar Moro e procuradores com suspeitas não levadas a juízo e, assim, soltar o chefão Lula para todo o sempre, amém.

José Nêumanne

15 de outubro de 2019 | 16h57

Toffoli, nomeado por Lula, e Gilmar, por Fernando Henrique,, buscam “saída honrosa'” para apartheid: soltar corruptos ricos e brancos e deixar presos pobres, pretos e violentos. Foto: Carlos Humberto/SCO/STF

A sessão do STF agendada para 17 de outubro pelo eterno advogadinho do PT Toffoli, é a cena final da farsa montada por alguns ministros da “corte” com a colaboração do criminoso americano Glenn Greenwald para a realização do crime perfeito: soltar o ladrão Lula, condenado em três instâncias por 8 a 0, e evitar que ele volte a ser preso no processo em que foi condenado em primeira instância e que a sentença não foi dada por Moro, mas por sua substituta, Gabriela Hardt, e em mais seis a que ele responde a outros juízes. Para evitar que a decisão dos 11 donos do Brasil assuste a sociedade acuada pela violência do crime organizado, estes encontrarão um jeitinho brasileiro para evitar que 190 mil negros e pobres gozem do mesmo benefício, cuspindo na igualdade de todos perante a lei. É o apartheid ao estilo Gilmar. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Tudo o que sabemos sobre:

José Nêumanne PintoVídeo no YoutubeLula

Tendências: