As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Lula será solto dia 27

Já se tem como certo em Brasília o voto do decano em favor do petista na reunião da 2.ª Turma do STF para que ele possa voltar para casa, seja qual for andamento do processo do sítio

José Nêumanne

13 de agosto de 2019 | 13h45

Lula faz pronunciamentos da sala do trono a jornalistas militantes para dar pretexto para amigos do STF atuarem para soltá-lo. Foto: Ricardo Stuckert

Segundo o sempre bem informado site O Antagonista, em Brasília se tem como certa a libertação de Lula em 27 de agosto por obra e desgraça da Segunda Turma do STF, com o voto decisivo do decano Celso de Mello, anunciado desde a última votação, em que este votou contra soltar, mas anunciou que na próxima decidiria de forma oposta. Se isso de fato ocorrer, o petista deverá a volta à casa a uma grande conspiração em que foram decisivas as ações  do ianque Greenwald, dos fiéis amigos do Supremo, principalmente o sempre fiel serviçal Toffoli, e também os novos aliados do Centrão. O presidente do Supremo, que não cabe em si de orgulho e satisfação, deu spoiler disso em absurda entrevista à revista Veja. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: