Lula livre não enche ruas
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Lula livre não enche ruas

Lula continua preso há 100 dias, já que exército do MST não foi às ruas incendiar o País nem se cumpriu profecia do caos feita pelo ministro do STF Marco Aurélio, e apesar das chicanas de doidivanas como o Favretto do TFF 4

José Nêumanne

17 Julho 2018 | 17h48

Lula, dois dias antes de ser preso, sorri e acena do Sindicato, onde gravou o vídeo divulgado hoje sobre 100 dias na prisão. Foto: Nelson Antoine/AP

No 100.º dia do isolamento de Lula na saleta da Superintendência da Polícia Federal, que faz as vezes de cela, mas fora do inferno prisional nacional, as ameaças do PT de que o exército de Stedile (leia-se MST) incendiaria as ruas do País e as profecias dos habitantes da torre de marfim do STF, caso de Marco Aurélio Melo, de uma crise institucional inédita da História sumiram nos rolos de fumaça das fogueiras com que os devotos do Lula Livre se protegem do frio do inverno em Curitiba. As tentativas canhestras de libertá-lo limitaram-se a chicanas e manobras circenses de militontos, como o desembargador Rogério Favreto, sobre cujas tentativas de desmoralizar a cúpula do Judiciário ainda não mereceram reclamações de monta de seus coleguinhas. Este é um de meus comentários no Estadão às 5, transmitido do estúdio da TV Estadão no meio da redação do jornal, ancorado por Emanuel Bomfim e retransmitido por Youtube, Twitter e Facebook na segunda-feira 17 de julho de 2018, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique aqui