Lula e Bolsonaro mandam no STF

Lula e Bolsonaro mandam no STF

Voto de Marques, indicado pelo presidente para o Supremo, aceitando na segunda turma pedidos da defesa do petista e acrescentando argumentos, escancara conluio entre ambos contra Moro e Operação Lava Jato

José Nêumanne

11 de fevereiro de 2021 | 19h59

Na reunião da Segunda Turma do STF, Marques, que fez carreira promovido pelo PT, atendeu a pedido da defesa do petista, como lhe foi determinado pelo presidente. Foto: Marcos Corrêa/PR

1 – Petista e presidente atuaram juntos na goleada de 4 a 1 a favor da entrega ao petista das “provas” roubadas por seis hackers criminosos, com quebra do sigilo telefônico de autoridades, na Segunda Turma do STF: Kássio, Cármen, Lewandowski e Gilmar contra o voto solitário de Fachin. 2 – Noronha votou a favor do foro para Flávio Bolsonaro largando na frente para conquistar a indicação do pai do senador para a vaga de Marco Aurélio no mesmo STF. 3 – Renan imediatamente propôs anistia aos seis invasores para consagrar as leis aprovadas por Cunha e outros chefões das facções criminosas partidárias. 4 – Capacho Lira despeja credenciados na Câmara da sala com acesso ao plenário para um porão sem janelas no subsolo, para dificultar seu trabalho. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Para ver vídeo no YouTube clique aqui

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.