Louco por arte

Louco por arte

João Miguel monta em palco de São Paulo monólogo sobre Bispo do Rosário, sucesso em Salvador

José Nêumanne

17 de março de 2017 | 19h20

João Miguel encarna artista Bispo do Rosário no Sesc do Bom Retiro. Foto de Sérgio Castro/Estadão

João Miguel encarna artista Bispo do Rosário no teatro do Sesc no Bom Retiro. Foto de Sérgio Castro/Estadão

O ator João Miguel, que tem atuado de forma destacado nas telas, atua no Teatro Sesc Bom Retiro interpretando Bispo, um solo criado em 1996 quando ele foi à Chapada Diamantina para buscar a força da loucura de Bispo do Rosário, que Leandro Nunes chama no Estadão de artista do fim do mundo. O monólogo, que fez grande sucesso no Teatro Castro Alves, em Salvador, reproduz frases fortes do artista, revelado pela psiquiatra Nise da Silveira, como esta: “Estão dizendo que isso que eu faço é arte. Quem fala não sabe de nada. Isso é a minha salvação na Terra.” Elas põem em xeque o olhar sob o que pode ser considerado criação e dão impulso para encarar as possibilidades desse fazer.

(Comentário no Direto da Coxia do Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92.9 – na sexta-feira 17 de março de 2017, às 7h56m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site Estação Nêumanne, no ícone play

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.