Líder do governo na Câmara prega golpe

Ricardo Barros contribui com autogolpe planejado por seu chefão, Bolsonaro, para a hipótese de derrota na tentativa de se reeleger em 2022, atacando autonomia da cúpula do Judiciário

José Nêumanne

09 de junho de 2021 | 17h10

Ricardo Barros prepara uma das vertentes do autogolpe preparado pelo patrão Bolsonaro para ser aplicado para caso de derrota na eleição de 2022 pregando desobediência ao Judiciário. Foto: Gabriela Biló/Estadão

O líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros, ameaçou a cúpula do Poder Judiciário lançando ameaças de descumprimento de decisões judiciais ao reclamar do que classifica como avanços da Justiça sobre prerrogativas do Executivo. Para o parlamentar, o cenário de atritos entre os dois Poderes fará “chegar a hora” em que as ordens judiciais “simplesmente” vão deixar de ser cumpridas. As declarações foram feitas durante um debate sobre a reforma tributária, nesta terça-feira, 8, em Brasília. “O respeito a decisões judiciais é pressuposto do Estado Democrático de Direito”, disse o presidente do STF, Luiz Fux, ao Estadão. E isso é resposta que se dê a uma afronta dessas? Afinal, Bolsonaro marcha a passos largos para realizar o autogolpe o mais tardar na eleição do ano que vem que será contestada se ele perder.

Assuntos do comentário de quarta-feira 9 de junho de 2021

1 – Haisem – Líder diz que decisão judicial pode não ser cumprida – Este é o título de uma chamada no alto da primeira página da edição impressa do Estadão deste 9 de junho de 2021. O que mais o espanta na declaração do deputado Ricardo Barros, líder do governo na Câmara

2 – Carolina – Tribunal de Contas da União investiga relatório não oficial citado por Bolsonaro – Este é o título de outra chamada no alto da primeira página do jornal desta quarta-feira. Por que, a seu ver, a esta altura da tragédia a que chegou a pandemia o presidente da República continua criando polêmicas ao contestar total de mortos pela pandemia da covid 19

3 – Haisem – Na CPI, Queiroga rejeita tratamento precoce da Covid – Este é o título de mais uma chamada no alto da primeira página do Estadão de hoje. Que razões você vê para ainda se discutirem medicamentos ineficazes contra o contágio de uma doença que pode ser evitada com vacina

4 – Carolina – CPI da covid já pode aprovar relatório final – Este é o título de seu artigo publicado na página 2, de Opinião, do jornal que está circulando. O que o leva a reivindicar o fim dos trabalhos da comissão parlamentar de inquérito instalada no Senado para investigar crimes e omissões do governo federal no combate ao contágio do novo coronavírus

5 – Haisem – Festa no campo e protesto nas redes – Este é o título de uma foto-legenda publicada na primeira página do Estadão de hoje sobre a vitória da seleção brasileira de futebol contra o Paraguai em Assunção e a posição contrária à Copa América dos jogadores que disputarão a competição. O que dizer a respeito disso

6 – Carolina – Nubank recebe aporte e acirra disputa com bancos tradicionais – Esta é a manchete de primeira página do jornal desta quarta-feira. O que você diz sobre esse movimento do investidor americano Warren Buffet que altera o jogo dos investimentos no mercado bancário

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.