Lei falida
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Lei falida

Lei Rouanet permite que governo transfira para empresários direção da cultura oficial

José Nêumanne

29 de junho de 2016 | 09h22

Cala-te, Calero

Cala-te, Calero!

Ministro da Cultura diz que bandidos não podem invalidar Lei Rouanet, que contemplou num ano 3 mil projetos culturais. Tolice! Certo está Júlio Maria que, em artigo no Estadão, constatou que a Operação Boca Livre jogou a pá de cal no enterro da imprópria. Na verdade, a fraude investigada é lana-caprina comparada com os efeitos deletérios do sistema oficial de doação privada para projetos culturais. O que ocorre de verdade é que em sua vigência o governo federal abdica de cuidar da memória, dos museus e das bibliotecas públicas e transfere o incentivo à cultura a empresários não habilitados para tanto.

(Comentário no Estadão no Ar da Rádio Estadão – FM 92,9 – da quarta-feira 29 de junho de 2016, às 7h15m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, no play sob o anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: