Lava Jato em risco

Partidos de larápios querem tirar Lava Jato de seu caminho

José Nêumanne

05 de julho de 2016 | 17h39

Dilma em chamas

Dilma em chamas

Terça-feira 5 de julho de 2016

Lava Jato em risco

A respeito da atual conjuntura, tenho lido notícias alvissareiras de que o PT, o PDT e o PCdoB resolveram abandonar Dilma ao deus-dará, limitando-se a votar contra o impeachment no julgamento final, para não darem o braço a torcer e poderem usar às pampas e à exaustão, como têm feito, a lorota idiota (rima pobre, reconheço) do golpismo galopante. As notícias são também lógicas, mas não me satisfazem, pois se há alguma coisa que não funciona em se tratando de lulodilmopetismo é a velha ciência aristotélica. Algo me diz, contudo, que a velha lógica neste caso pode funcionar, pois a notícia de que madama não vai ao Senado depor com medo de enfrentar Janaína Paschoal e outros malvados adversários, como Magno Malta e Ronaldo Caiado, é a prova de que ela mesma está recorrendo a mais esta mentira – o que não é de estranhar – do golpe para justificar a derrota previamente anunciada. Afinal, vovó já dizia que quem não deve não teme, e Dilma, mesmo bronca, deve saber o que fez e, então, prevê o que temer (sem trocadilho, por favor). Em compensação, fiquei muito apreensivo com a notícia, que acabo de ler no portal do Estadão, de que será adiada a votação da legislação anticorrupção, e isso confirma que existe uma conspiração de todos os partidos contra a Lava Jato e quaisquer outras iniciativas para livrar os larápios com gravatas e tailleurs de todas as cores das garras da lei, que tradicionalmente sempre foram bem aparadinhas nestes Brasis de padrinhos, malandrinhos e jeitinhos. Vamos ficar de olho, ouvido e narinas sempre alertas, pois.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.