Laranjal de fakenews
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Laranjal de fakenews

A notícia falsa tuitada pelo site Terça Livre foi escrita por Fernanda Salles, assessora do deputado estadual Bruno Bruno Engler, do PSL de Minas, investigado por suspeita de desvio de verbas públicas

José Nêumanne

11 de março de 2019 | 18h42

Fernanda e Jair na campanha: falsa denúncia do tal Terça Livre resulta de parcial militância partidária, não de imprensa livre. Foto: Instagram

A autora da denúncia falsa contra a repórter Constança Rezende e o Estado é de autoria de Fernanda Salles Andrade, desde 2 de fevereiro assessora no gabinete do deputado estadual Bruno Wengler, do PFL de Minas Gerais, que, neste momento, sofre devassa pela acusação de desvio de verbas do Fundo de Financiamento de Campanha por laranjas. Nem essa evidência óbvia de armação, contudo, arrefece os ânimos dos milicianos bolsonaristas das redes sociais que ainda distribuem a hashtag #estadaomente, com adesão do presidente e da família Bolsonaro. Talvez isso possa explicar por que até agora o ex-presidente do diretório mineiro do PSL Marcelo Álvaro Antônio continua ministro do Turismo. Este foi um dos assuntos que comentei no Estadão às 5, ancorado por Gustavo Alves e retransmitido por YouTube, Twitter e Facebook do estúdio da TV Estadão na redação do jornal na segunda-feira 11 de março de 2019, às 17 horas.

Para ver o vídeo clique aqui

 

Tendências: