Laboratório reforça suspeitas da CPI

Grupo independente de sete senadores na comissão reforçou suspeitas de ilegalidade na documentação da compra da Covaxin pela Precisa Medicamentos após rescisão de contrato pelo laboratório indiano

José Nêumanne

26 de julho de 2021 | 17h20

Simone Tebet denunciou falsificação da invoice encaminhada pela Precisa Medicamentos à CPI da Covid no Senado, que cujas suspeitas são agora reforçadas por rescisão do contrato da Bharat Biotech. Foito: Dida Sampaio/Estadão

A Comissão Parlamentar de Inquérito do Senado que investiga a desastrada gestão do desgoverno Bolsonaro da pandemia da Covid-19 avalia que a decisão da Bharat Biotech, fabricante indiana da  vacina Covaxin, de cancelar o contrato com a Precisa Medicamentos reforça indícios de ilegalidades no contrato do governo federal para comprar o imunizante contra o coronavírus. Além de romper com a Precisa, o laboratório indiano nega ter assinado cartas enviadas ao Ministério da Saúde e isso reforça a suspeita de fraudes nos documentos, existentes desde que a senadora Simone Tebet apontou 23 erros na invoice (fatura) após denúncias do deputado bolsonarista Luís Marinho e de seu irmão Luís Ricardo Marinho, levadas ao próprio presidente Jair Bolsonaro, segundo depoimento dos dois aos senadores da comissão.

Para ouvir comentário clique no link abaixo e, em seguida, no play:

Assuntos para comentário na segunda-feira 26 de julho de 2021

1 – Após acusação de fraude em documentos, CPI quer quebrar direito ao silêncio de dono da precisa – Este é o título de uma notícia que caiu como uma verdadeira bomba no noticiário sobre corrupção na compra de vacinas pelo governo federal no fim de semana. O que dizer a respeito

2 – Adiaram compra de vacina para roubar, diz Ramos – Este é o título do vídeo da série Nêumanne entrevista, publicado desde ontem no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão. O que sustenta a afirmação pesada do vice-presidente da Câmara dos Deputados

3 – Militares são alvo de 278 investigações sobre desvios – Este é o título de uma chamada no alto da primeira página do Estadão deste 26 de julho de 2021. A que conclusão é possível chegar com a constatação pura e simples desses dados, hein?

4 – Dez de 13 setores da indústria retomam nível pré-pandemia – Esta é a manchete de primeira página do jornal desta segunda-feira. Será esse, em sua opinião, um bom sinal de retomada da economia, mesmo não tendo ainda totalmente arrefecido o ímpeto da covid-19

5 – Acusado de Flávio de lavagem, Patrício Queiroz posta foto com Bolsonaro e reclama de abandono – Este é o título de uma reportagem publicada ontem no Estadão. Para muita gente, isso pode soar como uma ameaça não muito velada de delação. Será que é mesmo

6 – No Recife Revolução de 30 foi na rua, diz Maria Cristina – Este é o título do vídeo da série Dois Dedos de Prosa publicado no Blog do Nêumanne no Portal do Estadão desde ontem. Que revelações interessantes lhe foram feitas pela romancista de Luz do Abismo a respeito de seu novo romance histórico, Memórias de um colunista social pernambucano

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.