Kakay ofende Damares

feministas de esquerda calam sobre ofensas distribuídas em rede social pelo ator global José de Abreu contra Regina Duarte e de criminalista que atua em Brasília contra ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos

José Nêumanne

02 de fevereiro de 2020 | 20h54

Kakay, que ofendeu ministra Damares no grupo “Liga da Justiça” no WhatsApp, deixou-se fotografar de bermuda nas dependências do STF, que frequenta amiúde. Foto: Reprodução ‘

O criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro, vulgo Kakay, mandou mensagem para grupo intitulado “Liga da Justiça”, também usado para definir milícia no Rio, ofendendo a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. Numa grosseria condizente com atitudes do signatário, que exibe intimidade com membros do STF deixando-se fotografar de bermudas na sede do Poder Judiciário, o abonadíssimo advogado de muitos réus,acusados, denunciados e suspeitos de corrupção referiu-se em termo chulo ao ato sexual que resultou na concepção dela, sendo seguido por outros membros da confraria, sendo que Felipe Zanchet referiu-se até à posição adotada pelos pais dela no ato sexual em que teria sido gerada. Em mais uma demonstração de incoerência ideológica, feministas de esquerda não condenaram o dito jurista pelo notório desrespeito. Direto ao assunto. Inté. E só a verdade nos salvará.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.