João e Ademir

João e Ademir

Obra-prima de João Cabral sobre Ademir da Guia no ano em que o Palmeiras ganha o Brasileirão

José Nêumanne

29 de novembro de 2016 | 16h27

Ademir da Guia, o Divino

Ademir da Guia, o Divino com a bola nos pés

Neste momento em que obra inédita de João Cabral de Melo Neto e Aloísio Magalhães vem a lume, lembro poema fantástico sobre Ademir da Guia, ídolo eterno do Palmeiras, para cumprimentar, com todo o meu espírito esportivo, todos os amigos e inimigos palestrinos que tenho depois do título antecipado de domingo.

Clique aqui para ouvir A Boa do Dia, na Rádio Estadão

joãocabral

João Cabral de Melo Neto, poeta do semiárido e dos manguezais

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.