Intervenção em questão
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Intervenção em questão

Não será fácil pro governo conseguir dinheiro e facilidades na Justiça para ajudá-no na intervenção no Rio

José Nêumanne

22 de fevereiro de 2018 | 13h28

Jungmann teve vida fácil no Congresso, mas não será mais tão fácil de agora em diante. Foto: André Dusek/Estadão

Meu Direto ao Assunto abriu o Podcast Comentaristas do Jornal Eldorado da Rádio Eldorado – FM 107,3 – na manhã de quinta-feira 22 de novembro de 2018 e tratou dos seguintes assuntos: ameaça de rebelião no Congresso, cujos líderes se queixam de Temer desafiar o protagonismo do Legislativo; mandados de busca e apreensão coletivos na intervenção do Rio não são tão pacíficos como governo alardeia; Lula chama intervenção federal de pirotecnia e, dando prova de fraqueza, Temer manda porta-voz rebater; a volta desse porta-voz, Parola, depois de longo oblívio para desfazer a lambança de Elsinho Mouco; a confissão absurda do marqueteiro sobre as intenções politiqueiras de seu chefe na atual conjuntura; e o depoimento do escrevente que contou a Moro ter preparado um documento passando a propriedade do sítio de Atibaia ao casal Lula da Silva. Eliane Cantanhêde comentou a percepção do brasileiro sobre corrupção, que caiu 17 casas em 2017 diante de 2016, em plena era Lava Jato; a reunião dos secretários de segurança de três estados com o ministro da justiça, todos preocupados com a migração de criminosos do Rio; e a discussão sobre armas. Alexandre Garcia disse ser impossível prever o Rio de Janeiro, depois de conversar em particular com o general Etchegoyen; e as revelações sobre o sítio de Atibaia atribuído a Lula e os imóveis das filhas de Palocci. Em Direto da Fonte, Sonia Racy contou que interesse da Suzano pela Fibria desperta players internacionais.

Para ouvir clique aqui

 

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: