Insistência inoportuna

Insistência inoportuna

À insistência inoportuna do Instituto Lula tribunal insiste em lhe negar pedido

José Nêumanne

19 de setembro de 2016 | 19h19

Okamotto quer trancar

Okamotto quer trancar

A bola da vez da execração da sempre insultuosa defesa de Lula nos processos da Operação Lava Jato é o desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região de Porto Alegre, que considerou “inoportuno” e, por isso mesmo, recusou o recurso do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto, tentando trancar liminarmente a acusação da força-tarefa,  antes da decisão de processar ou não do juiz Sergio Moro. Com isso, o advogado Fernando Fernandes incluiu mais o nome do desembargador entre os desafetos da defesa de Lula e seus asseclas, aos quais a defesa de Lula requer infindáveis cancelamentos, quase sempre em vão.

(Comentário no Direto da Redação 3 da Rádio Estadão – FM 92,9 – na segunda-feira 19 de setembro de 2016, às 17h35m)

Para ouvir clique aqui e, aberto o site da emissora, 2 vezes no play sob o anúncio em azul

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.